“Usina portátil” pode recarregar no sol e promete abastecer uma casa inteira

Uma startup com sede em São Francisco, nos EUA, lançou o que eles chamam de “miniusina portátil”. A EcoFlow DELTA é uma estação de energia compacta do tamanho de uma torradeira com capacidade de armazenamento de 882 Wh e potência de 1400 W, eletricidade suficiente para alimentar uma geladeira pequena por até 12 horas.

O equipamento também pode ser usado para fornecer energia para até 12 eletrodomésticos ao mesmo tempo, como TVs, laptops e câmeras, ou funcionar como uma bateria de emergência para a casa toda em casos de falta de eletricidade, sem a necessidade de geradores barulhentos movidos à gasolina ou óleo diesel.

Equipada com uma tecnologia de carregamento rápido, a Ecoflow atinge 80% de sua carga máxima em apenas uma hora, e a capacidade completa em 1,6 hora. Segundo a empresa, outras soluções disponíveis no mercado levam o triplo desse tempo para serem totalmente recarregadas.

Praticidade

Fora de casa, a estação de energia pode ser recarregada utilizando painéis solares de 110 W — que garantem uma carga completa em até oito horas — ou pela entrada de 12 V do carro, garantindo eletricidade mesmo sem uma tomada convencional por perto.

O uso do aplicativo EcoFlow é obrigatório para aproveitar ao máximo todos os recursos do gerador. Com o app é possível controlar a velocidade de carregamento, checar a saúde da bateria, saber quais equipamentos estão conectados e verificar o consumo de cada um deles em tempo real.

O sistema de carregamento da EcoFlow é baseado na tecnologia de baterias LFP — o mesmo tipo usado nos veículos elétricos da Tesla —, que garantem energia durante pelo menos 3.500 ciclos de carga antes que sua capacidade seja reduzida em 20%. Essa tecnologia também permite até um ano de vida útil, mantendo a carga completa.

Quanto custa

A estação portátil de energia está em fase de financiamento coletivo e promete entregar as primeiras unidades até o fim do mês de setembro de 2021. Ter uma belezinha dessas, porém, não é exatamente barato: uma unidade da EcoFlow DELTA mini custa US$ 999 (mais de R$ 5 mil em conversão direta e sem levar em conta as taxas de importação).

Por enquanto, o produto está disponível apenas para vendas nos Estados Unidos, onde, segundo a empresa, a demanda por esse por geradores elétricos mais eficientes e livres de combustíveis fósseis aumentou em quase 70% nos últimos dois anos, principalmente em regiões mais afastadas dos grandes centros urbanos.

“A DELTA mini é menor, mais leve e acessível, tornando a eletricidade um elemento portátil, que pode ser transportado para qualquer lugar que o usuário queira. É uma forma consciente de manter todos os equipamentos de uma casa funcionando sem precisar recorrer a geradores barulhentos que não se preocupam com o meio ambiente”, encerra o CEO da fabricante Thomas Chan.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *