Brasil termina sem medalhas no vôlei de praia pela primeira vez na história

Com eliminação nas quartas de final de Alison e Álvaro, país tem quatro duplas desclassificadas precocemente

Esporte que já trouxe 13 medalhas para o Brasil na história das Olimpíadas, o vôlei de praia passará em branco nos Jogos de Tóquio. Com a eliminação de Álvaro e Alison para os letões Martin Plavins e Edgar Tocs, o país perdeu qualquer chance de ir ao pódio e, dessa forma, pela primeira vez não sairá laureado de uma edição dos Jogos Olímpicos. Aliás, jamais o Brasil tinha conquistado menos de duas medalhas em uma edição.

Alison e Álvaro eram os últimos brasileiros ainda na chave do vôlei de praia. Antes, Bruno e Evandro tinham caído nas oitavas de final, assim como Ágatha e Duda, e Ana Patrícia e Rebecca pararam nas quartas.

“O mundo investindo e a gente ficando parado”

Na história das Olimpíadas, o Brasil conquistou 13 medalhas, sendo o país que mais vezes foi ao pódio no vôlei de praia. Em todas as edições, foram pelo menos duas conquistas. Após a eliminação, Alison exaltou o desempenho dos letões, mas pediu mais investimentos na modalidade.

– A Letônia chega à semifinal do vôlei de praia com as duplas do masculino e feminino. Parece surpresa, mas não é. O mundo está investindo no vôlei de praia, e a gente está ficando parado. Tem que investir mais, olhar com bons olhos, porque não dá pra esperar Ricardo, Emanuel, Alison, Alvaro… vão ficar pra trás. Hoje não deu, parabéns ao mundo que está investindo, e a gente tem que fazer o nosso. Mas não apaga a nossa jornada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *