Economizar energia e mais: 3 conselhos de quem manja para sua Smart TV

As smart TVs ganham cada vez mais adeptos pelo país. Para se ter uma ideia, quase todos os televisores comprados no ano passado tinham a capacidade de se conectar à internet — 97,7% das 12,6 milhões vendidas, para ser mais exato, segundo dados da Eletros (Associação Nacional de Produtos Eletroeletrônicos).

Essas TVs permitem o uso de aplicativos, plataformas de streaming e games, além da interação por comando de voz e melhor experiência de tela.

Só a título de comparação, em 2013, as smart TVs corresponderam a apenas 22,4% das vendas de televisores. Esse crescimento se dá por diversos fatores, que incluem a redução do preço desse tipo de dispositivo. Se você está pensando em comprar uma smart TV só para ver filmes e séries da Netflix, saiba que os recursos delas vão muito além do streaming. Quer saber como tirar melhor proveito de todos eles? O professor Rodrigo Botelho Francisco, do departamento de Ciência e Gestão da Informação da UFPR (Universidade Federal do Paraná), te dá três conselhos.

1. Explore menus e configurações O desejo é sempre o mesmo: abrir logo o produto, colocar em funcionamento e aproveitar todos os recursos prometidos na hora da compra. Se o conteúdo for um filme, até a pipoca já fica reservada. Para o professor, o ideal é também explorar ao máximo as configurações avançadas da TV. Com isso, a pessoa poderá tomar algumas decisões importantes sobre idioma, economia de energia, o uso da largura de banda da internet, como a TV deve se comportar ao ter algo USB conectado a ela, atualização do sistema e notificações.

Para quem tem criança em casa, pode ser essencial saber onde se ativa o controle parental, que define como a TV será compartilhada e impede o acesso a conteúdos indevidos. “Várias dessas funcionalidades vêm configuradas com padrões de fábrica, mas isto não é necessariamente o que cada um quer em sua realidade. Por exemplo, algumas TVs têm um local das configurações para informar como tratar publicidade direcionada diretamente para o aparelho. Vale a pena dizer se este conteúdo é ou não bem-vindo”, explica.

2. Use o celular como controle remoto Enquanto as TVs evoluíram, os controles remotos ainda estão caminhando a passos lentos como uma ferramenta capaz de auxiliar nas buscas com digitação. Às vezes, a pesquisa vira uma verdadeira saga. Por isso, contar com os dispositivos móveis, como smartphones, notebooks e tablets — ou mesmo desktops —, conectados às smart TVs pode ser uma ótima saída para agilizar as pesquisas e a seleção de conteúdos. Em alguns aparelhos, por padrão de fábrica, basta que tanto o televisor como o dispositivo estejam na mesma rede de Wi-Fi para que se possa espelhar ou enviar o comando para que o conteúdo selecionado seja exibido na TV.

Para garantir a segurança, é sempre importante verificar como está o padrão para conexões por dispositivo, nas configurações avançadas. “Sempre restrinja este acesso a mesma rede de internet, desde que ela não seja pública ou compartilhada com muita gente. Do contrário, conteúdos e ações indesejadas vão aparecer na tela. Tudo que se conecta à web recebe, mas também transmite dados. As televisões e os aplicativos vinculados estão produzindo dados sobre nós e sobre cada decisão que tomamos”, afirma. Para ele, quem tem uma TV dessas precisa ter consciência do que está informando sobre si e para quem. A privacidade dos dados é cada vez mais relevante.

3. Navegue pela loja de aplicativos da sua TV As plataformas de streaming são as queridinhas de quem tem smart TV. O problema, segundo o professor, é que muitas pessoas acabam usando apenas as mais populares no Brasil, como Netflix e Globoplay — entre outras que podem vir configuradas de fábrica. “Há um universo bastante grande de canais que podem ser adicionados diretamente na TV. O importante é explorar e garantir acesso aos conteúdos que mais interessem. Inclusive para quem domina outras línguas e não se importa com conteúdo legendado, o céu é o limite. Há alguns canais, inclusive, gratuitos”, complementa.

Dito isso, navegue pela loja de aplicativos da sua TV, você pode encontrar muita coisa interessante por lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *